Escolas na Moldávia

Estive agora na Moldávia por causa de uma kickoff meeting do projecto DICSIM - Developing ICT Capable Schools in Moldova. Num dos países mais pobres da Europa, onde um professor pode ganhar 1500 lei (cerca de 100 euros), serão vários os desafios de implementação de um projecto destes, há poucos computadores, a rede é quase inexistente e não muitos professores treinados no uso de ICT. O universo de escolas a atingir é de 40, 34 escolas rurais (1 por região) e 6 de cidades. Estamos a pensar usar o Moodle em várias partes do processo (partilha de recursos, formação de professores, páginas de escola), um knoppix para recuperar máquinas antigas e talvez um kit tecnológico para escolas (onde a minha sugestão seria uma máquina fotográfica digital barata em vez de um datashow!).

Aproveitei para visitar uma das faculdades que faz formação de professores, Ion Creanga (um famoso escritor romeno) e uma escola, o liceu Ion Creanga, onde estive a falar com alguns miúdos da escola, do que gostam de fazer, e onde também vi alguns manuais escolares e duas aulas, uma de biologia e outra de ict. A escola era bastante boa para os padrões europeus, mas também era uma escola de elite de Chisinau, com inglês desde a 1.ª classe e famílias com rendimentos altos. Da próxima tenho de visitar também uma escola rural. Nicolae Balmus foi muito simpático em ter arranjado esta visita.

O país está ainda a tentar gerar riqueza, mas ainda só existe para alguns. Os supermercados e os centros comerciais têm pouca gente, são considerados espaços para artigos de luxo. Estive também no mercado onde há de tudo, visitei um museu de história do país e algumas igrejas. As mulheres moldavas são no geral muito bonitas e a música popular é alegre, fui a um concerto excelente, penso que o mais semelhante é Kusturica.

Comentários

Anónimo disse…
Dmn Balmus este un un om tare retras de la realitate el doreste sa faka din simpli stundenti niste ratardati ka el. Dmn Balmus nu stie ka cei kare si kiar au nimeri la universitate Ion Creanga din Chisinau nu toti doresk sa-si kontinuie viata fiind profesori,(profesori o sa devina un procent foarte mik) la altzii le tre numai niste stiinte in informatika fiindka ceea ce ne predau la perekile de informatika la universitate nici dekum nu imi vor ajuta mai departe in profesia in kare eu o voi avea in viata.

Mensagens populares deste blogue

The Demon Theory of Friction

A kilobyte rewritable atomic memory