Tuning, pela Companhia de Teatro de Almada

"Pedro queria ser jogador de futebol mas emprega-se numa oficina de automóveis. Na oficina, o patrão ensina-lhe que os carros, tal como as pessoas, têm um período de vida. Os colegas de Pedro são entusiastas do tuning: a transformação de carros banais em máquinas de competição. Confrontado com a escolha entre a aprendizagem de uma profissão pouco ambiciosa e a entrada na marginalidade, Pedro terá de adaptar-se às regras de um mundo dominado pelos valores da competição e do êxito pessoal. Entretanto conhece D. Teresa, uma estudante de uma Universidade sénior que vai à oficina procurar alguém que recupere o seu Mini em fim de vida." (CTA, 2010


Não percam o mini.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

The Demon Theory of Friction

A kilobyte rewritable atomic memory